Luís Molinari: do francês e inglês ao primeiro emprego em TI no Canadá em 5 meses

Ele fala do seu planejamento, estudos e o primeiro emprego no Canadá

A seguir a entrevista completa:

E aí galera, eu sou o Luiz Molinari, sou de São Paulo, casado, 27 anos, formado em Ciência da Computação e tenho 5 anos de experiência na área

Por que sair do Brasil?

Eu sempre quis ir para o Canadá, ou qualquer outro país ter uma experiência nova, ter um experiência em outro país que não fosse o Brasil.

Qual foi o plano?

O processo no Brasil demorava cerca de 2 anos e a gente não estava disposto a esperar esse tempo todo, justamente por que muita coisa pode mudar, o processo pode mudar, a vontade um ou do outro podem mudar.

Então, para não ficar todo esse tempo todo esperando, a gente viu que tinha outra forma de iniciar esse processo que era vir para estudar, um estuda e o outro trabalha.

Idioma e college:

Estudar primeiramente a língua porque a gente tinha uma deficiência no idioma, eu falava inglês mas o francês eu não tinha, minha esposa também não. A gente tentou fazer aulas particulares para não chegar tão cru no Canadá. Nossa ideia era: vamos estudar 6 meses e depois disso vamos aplicar para um college e vemos se consigo um visto de trabalho.

Mas em conversa com o pessoal da Planet a gente mudou os planos e decidiu unir estas duas fases , estudar o idioma e fazer o college, a gente aplicou para o college desde o início e eu já tinha o visto de trabalho. Então chegamos aqui para estudar a língua, melhorar e depois minha esposa ia continuar com o college.

A matrícula:

E com isso a gente deu entrada na matrícula do college da minha esposa. Então a gente dá entrada na matrícula, eles te dão uma carta de aceitação e com isso e mais outros documentos você tem que enviar para a província de Quebec, que é para o governo para eles darem entrada no nosso CAQ.

Com isso, a gente tem que enviar tudo via correios, e com isso tivemos um problema porque teve a greve na época que atrasou certa de duas semanas a nossa documentação. Quando chegou lá, a gente foi negado porque não casou a data de inicio do college e a data de recebimento da documentação.

Isso deixou a gente um pouco nervoso, mas a gente resolveu tudo pedindo uma nova carta com uma nova data de início do college, e, após isso, a gente conseguiu a aceitação do CAQ e após isso planejamos quando chegar.

Adaptação ao idioma:

O processo como um todo demorou certa de 6 meses, isso desde o início que a gente deu a entrada na matrícula até a gente chegar no Canadá. Quando chegamos aqui eu falava inglês mas não tinha muita confiança, minha esposa não falava inglês nem francês, mas no primeiro dia eu tive um sério impacto que eu vi que meu inglês não estava bom o suficiente, eu não consegui nem comprar um bilhete de metrô, então isso mostrou o nervosismo que eu tinha de falar com o nativo.

Então eu decidi fazer 1 mês de inglês para ver se eu soltava a língua e se eu conseguia ficar mais confortável com o inglês. Após um mês, em conversa com os professores, eu decidi fazer o francês. Montreal é uma cidade bilíngue, é meio que necessário falar o francês aqui, então mesmo que eu não tinha o inglês perfeito o francês me ajudou muito na hora de procurar um emprego e fez com que eu achasse um emprego teoricamente rápido.

Meu primeiro emprego:

Estamos aqui em Montreal já fazem 5 meses, consegui meu emprego mês passado. Como é que eu consegui isso? No segundo mês aqui eu fiz a minha primeira entrevista em uma empresa que era só inglês, então eu só tinha o inglês, tinha começado o francês, ainda não conseguia me comunicar muito bem em francês.

Essa primeira entrevista eu achei bem diferente do que estava acostumado no Brasil, o que eu fiz foi: o cara sentou lá, ele começou a dar ideias e te perguntar e você tinha que responder como que fazia. Eu teoricamente achei que fui bem, consegui sim tirar um bom proveito disso, não tive resposta da empresa então acredito que não passei , mas para mim foi o suficiente para saber como uma entrevista é realizada aqui.

Então eu tive essa experiência, foquei na língua, e como já tinha mais ou menos 3 meses de francês eu falei “acho que está na hora de começar a aplicar para vagas em francês também “ e nisso eu tive mais duas entrevistas. Eu preparei uma apresentação em Power Point, então eu fiz os meus principais projetos, projetos pessoais, para me ajudar a me guiar na entrevista, falar como que eu trabalhei, o que eu faço (já que não estou no Brasil e não estou trabalhando) como faço para manter a programação no meu dia a dia . Isso me ajudou a apresentar e teoricamente você já responde algumas perguntas que vão vir, isso foi o que me ajudou.

Mesmo eu não tendo o francês nem o inglês perfeito mostra que eu tinha conhecimento da tecnologia, mostra uma iniciativa, então com esse francês e cerca de 2 a 3 meses de pesquisa de emprego eu consegui uma vaga.

Mercado de trabalho e perspectivas:

Estou muito contente de ter conseguido o trabalho, pois inicialmente como o meu sonho era ter estar experiência em outro pais, então trabalhar dentro de uma empresa grande, uma multinacional onde você conhece várias culturas, você trabalha com pessoas que sejam tanto canadenses como de outro país, isso está sendo realmente muito gratificante, em ajudar a melhorar tanto o inglês quanto o francês, e também de saber que vou conseguir pagar todo o college até o ultimo ano, me dá essa segurança de ter realmente a nossa vida que a gente queria aqui no Canadá.

Dicas pra você:

Passar pela parte psicológica: realmente ficar longe da família, você vir para um lugar que você não conhece ninguém… é difícil? É, mas você tem que vir preparado para essa situação, para você fazer novas amizades , procurar realmente ficar aconchegado e é isso que vai te ajudar a passar por todo esse período. E, após isso, ai você vai ver que tem todos os benefícios na sua vida, seja ela por segurança, por estudo, se você que ter filhos, se você já tem filhos, então tudo isso aqui no Canadá ele vai te ajudar.

Espero ter ajudado e te vejo em Montreal. Tchau!

Dúvidas ou Sugestões?

Envie o seu email abaixo para que possamos entrar em contato com você: