Programa Trabalhador Qualificado – Critérios de Avaliação: Experiência Profissional

Experiência Profissional


Dentro do programa de imigração trabalhador qualificado da província de Quebec existem alguns critérios que são analisados para verificar a admissibilidade dos aplicantes. Além daqueles relacionados a educação dos aplicantes que é composto pelo nível de escolaridade e pela área de formação já comentados anteriormente, existe também o fator experiência profissional que também acrescenta pontos neste processo.

Análise do critério "Experiência profissional"

Este fator compreende na análise da quantidade de experiência profissional adquirida pelo candidato principal no Quebec ou em qualquer país estrangeiro.

A experiência profissional adquirida pelo candidato principal somente contabilizará pontos se estiver de acordo com os seguintes requisitos:

  • Ter acontecido nos últimos 5 anos antes da data de aplicação para o programa trabalhador qualificado de Quebec;
  • Ter ocupado um cargo ou função superior a Classe D definida pelo NOC (National Occupational Classification);
  • Ter sido uma experiência profissional legalizada no país de origem e que sua autenticidade pode ser comprovada;
  • Ter sido um trabalho remunerado executado em tempo integral ou em tempo parcial;
  • Ter sido um estágio remunerado ou não, executado em tempo integral ou parcial desde que seja parte de um programa de aprendizagem, treinamento ou especialização vinculado a um diploma;
  • Ter sido um trabalho no serviço militar.

O que seria NOC? E o que é a Classe D?

Em poucas palavras a Classificação Nacional de Trabalho ou NOC (National Occupational Classification) é uma ferramenta utilizada para classificar as ocupações de acordo com o seu nível de habilidade e formação necessária para a execução do trabalho em todo território canadense. Um código de quatro dígitos chamado "Código NOC" identifica a ocupação e cada dígito deste código reflete a uma importante característica da ocupação que ele representa.

A Classe D do NOC são todos os cargos e funções que não exigem a necessidade de treinamento (ou que possam ser ensinados durante o trabalho) e também nenhuma formação educacional, como por exemplo: vendedor, assistente de vendas, cozinheiro ou assistente de cozinha, segurança corporativa, garçom, etc.

Deve ser dada uma atenção especial aos títulos de cargos existentes no exterior que são diferentes daqueles utilizados em Quebec e não necessariamente correspondem ao mesmo título no NOC.

Caso você queira saber mais sobre o NOC você pode acessar o site do Governo do Canadá onde existe uma explicação mais detalhada sobre este sistema e também a estrutura ocupacional dos cargos (conteúdo em inglês ou francês). Lá está disponível também a lista completa de cargos e funções com o detalhamento das principais tarefas executadas para cada código no NOC.

Qual a definição de tempo integral ou tempo parcial?

De acordo com a definição do governo canadense todo trabalho principal ou único exercido com 30 horas ou mais por semana é considerado uma experiência profissional de tempo integral. Abaixo desta quantidade de horas por semana o trabalho é considerado de tempo parcial.

Entretanto, é importante informar que: para que exista a atribuição da pontuação relacionada a experiência profissional é levada em consideração a equivalência da duração em meses em tempo integral das experiências de trabalho. Por exemplo: um candidato que trabalhou 50 horas por semana durante 6 meses terá a mesma pontuação de um candidato que trabalhou 40 horas semanais durante o mesmo período de tempo (6 meses).

No caso das experiências de trabalho consideradas de tempo parcial (que possuem menos de 30 horas por semana) é preciso fazer um cálculo para identificar a equivalência em meses do tempo de trabalho de tempo integral. Basicamente o cálculo da quantidade de meses leva em consideração o número de horas por semana dividido por 30 e multiplicado pela duração em meses do trabalho em tempo parcial. Por exemplo: um candidato que trabalhou 20 horas por semana durante 6 meses possui uma equivalência de 4 meses de experiência profissional em tempo integral. O cálculo serial: (20 / 30) * 6 = 4.

Podem existir também aqueles casos onde a carga horária semanal é variável, como por exemplo: professores e artistas. Nestes casos, pedimos que O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. para que possamos te auxiliar no cálculo exato da duração destas experiências de trabalho pois devem ser levados em conta outros fatores.

Como comprovar a experiência profissional?

Até 2015 era preciso enviar junto com o dossiê alguns documentos que comprovassem a legalidade da experiência profissional do aplicante principal, como por exemplo: prova de contribuições sociais e imposto de renda. No dia 25 de novembro de 2015 o MIDI (Ministério da Imigração, Diversidade e Inclusão) divulgou uma nota que modifica a necessidade de envio destes documentos durante a aplicação (conteúdo em inglês ou francês). Entretanto, informou que o aplicante poderá ser questionado a qualquer momento durante a análise do seu dossiê a necessidade do envio de documentos que comprovem sua experiência profissional.

Como comprovação da experiência profissional é necessário apresentar documentos que comprovem a autenticidade dos trabalhos efetuados. Estes documentos devem possuir informações sobre cada uma das experiências de trabalho, tais como:

  • Tipo do trabalho: trabalho autônomo, intercâmbio, serviço militar, emprego remunerado, estágio remunerado ou estágio vinculado a obtenção de um diploma;
  • Informações sobre a empresa: nome, endereço e contatos da empresa ou da organização onde a experiência foi adquirida;
  • Cargo: título do cargo ou função ocupada em cada experiência profissional;
  • Início e Término: data de início e término de cada experiência profissional;
  • Horas de trabalho: número de horas de trabalho por semana em cada cargo ocupado ou função exercida;
  • Código NOC e Tarefas: número do código do NOC onde a experiência profissional melhor se enquadra. Clique aqui para identificar qual é o código que melhor corresponde a sua experiência de trabalho. É necessário informar também as principais tarefas executadas em cada experiência de trabalho que justifique o enquadramento do código NOC informado;
  • Afastamento: informar se houve um afastamento maior que um mês (exceto em caso de férias anuais).

Somente algumas destas informações serão necessárias durante a aplicação do dossiê mas, o MIDI poderá solicitar a qualquer momento durante a análise do seu processo, maiores informações e comprovações das experiências profissionais mencionadas. Estes comprovantes podem ser cartas dos empregadores contendo as informações descritas acima e que confirmem os dados mencionados pelo aplicante principal.

No caso de trabalhos autônomos, podem ser solicitados para comprovação das atividades executadas: o certificado de registro da empresa, contratos de serviço firmados com empresas desde que possuam as informações descritas anteriormente, documentos que validam a participação de uma ordem ou conselho (se for o caso), declaração de imposto de renda de pessoa física e/ou jurídica, etc.

Dúvidas sobre como comprovar a experiência profissional? Conte conosco!

O critério experiência profissional parece ser simples mas possui muitos detalhes que se deixados de lado poderá prejudicar todo o processo de imigração pelo programa trabalhador qualificado.

A Planet Interchange possui uma equipe que é especializada e autorizada pelo governo de Quebec que poderá analisar junto com você cada uma das suas experiências profissionais e te ajudar a reunir toda a documentação que comprove estas informações. Cadastre o seu e-mail abaixo que entraremos em contato!

Fontes

http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/en/immigrate-settle/permanent-workers/requirements-programs/glossary.html#work-experience
http://www.midi.gouv.qc.ca/publications/fr/gpi-npi/composantes_3/gpi-3-1.pdf
http://www5.hrsdc.gc.ca/NOC/English/NOC/2011/AboutNOC.aspx
http://www5.hrsdc.gc.ca/NOC/English/NOC/2011/Tutorial.aspx#6
http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/en/informations/professional-experience.html